• Lenita Vieira

Algoritmos no Instagram. Como funcionam?

Todo mundo ouve falar mas tem muita gente que não sabe o que é e muito menos a importância dos algoritmos do Instagram.

Então estamos aqui para desvendar um pouco deste mistério para vocês.




O que é algoritmo?


O Instagram não tem um algoritmo único que define o que as pessoas veem ou não no aplicativo. Na verdade, são utilizados vários algoritmos, classificadores e processos, cada um com um propósito. Para que a tecnologia seja usada para personalizar a sua experiência no aplicativo.


Cada parte do aplicativo (Feed, Explorar, Reels) possui o próprio algoritmo adaptado à maneira como cada pessoa a usa. O Instagram faz classificações diferentes em cada parte do aplicativo com base na forma como as pessoas a utilizam, de acordo com o artigo publicado por Adam Mosseri, nada mais e nada menos que o chefe do Instagram.


As pessoas costumam usar o Stories para ver conteúdos publicados pelos amigos mais próximos. Já o Explorar é mais usado para a descoberta de novidades.





Classificações no Feed e no Stories


  • Informações sobre a publicação: são sinais que abrangem a popularidade de uma publicação (quantas curtidas ela recebeu) e informações mais concretas sobre o conteúdo, como quando ele foi publicado, qual a duração dele (caso seja um vídeo) e qual é a localização (caso ela tenha sido inserida).

  • Informações sobre a pessoa que publicou: elas nos ajudam a ter uma noção do seu nível de interesse pelo conteúdo de alguém. Entre os sinais, está o número de vezes que as pessoas interagiram com alguém nas últimas semanas.

  • Sua atividade: ela nos ajuda a entender o que pode despertar o seu interesse e inclui sinais como o número de publicações que você curtiu.

  • Seu histórico de interação com alguém: ele nos ajuda a compreender o seu nível geral de interesse por publicações de uma pessoa específica. Um exemplo seria você comentar ou não nas publicações de alguém e vice versa.


Com base nisso algumas previsões são feitas. Elas são suposições fundamentadas na probabilidade de você interagir com uma publicação de maneiras diferentes. No Feed, as cinco interações que são as mais consideradas, são a probabilidade de você ver uma publicação por alguns segundos, fazer um comentário nela, curti-la, salvá-la e tocar na foto do perfil do autor dela. Quanto maior a probabilidade de você realizar uma ação e maior a importância que atribuímos a ela, a chance de uma publicação aparecer no topo do seu Feed aumenta.


Classificações no Explorar


O Explorar foi criado para a descoberta de conteúdos novos. A grade do Explorar é composta por recomendações, como fotos e vídeos que selecionamos. Ela é bem diferente do Feed e do Stories, em que a maioria do conteúdo é publicado pelas contas que você segue.

Novamente, a primeira etapa é definir as publicações que serão classificadas. Para encontrar fotos e vídeos que podem ser relevantes para você, observamos sinais como as publicações que curtiu, salvou ou que receberam comentários seus.


  • Informações sobre a publicação: nessa etapa, são analisadas a popularidade de uma publicação. Os sinais abrangem comentários, compartilhamentos, salvamentos, bem como a quantidade e a velocidade de curtidas em uma publicação. Esses sinais têm uma importância maior no Explorar do que no Feed ou no Stories.

  • Seu histórico de interação com a pessoa que fez a publicação: provavelmente, a publicação foi compartilhada por alguém que você não conhece. Porém, se você interagiu com essa pessoa, talvez tenha interesse pelo que ela compartilhou.

  • Sua atividade: os sinais incluem publicações que você curtiu, salvou ou que receberam comentários seus, além de como você interagiu com as publicações no Explorar anteriormente.

  • Informações sobre a pessoa que publicou: os sinais incluem quantas vezes as pessoas interagiram com quem fez determinada publicação nas últimas semanas. Isso nos ajuda a encontrar conteúdos interessantes criados por uma grande variedade de pessoas.

Você não segue as pessoas que aparecem no Explorar.


Classificações no Reels


O Reels foi criado para você se divertir. Assim como no Explorar, grande parte do conteúdo exibido no Reels é de contas que você não segue. Por isso, é realizado um processo similar em ambos. Primeiro, o Instagram busca vídeos do Reels de que você poderá gostar. Em seguida, cada vídeo é classificado com base no que o Instagram acredita ser mais interessante para você.


  • Sua atividade: são analisados sinais como os vídeos do Reels que receberam curtidas ou comentários seus e com os quais você interagiu recentemente. Isso ajuda o Instagram a entender os conteúdos que podem ser relevantes para você.

  • Seu histórico de interação com a pessoa que fez a publicação: assim como no Explorar, é provável que no Reels o vídeo tenha sido criado por alguém que você não conhece. Porém, se você interagiu com essa pessoa, talvez tenha interesse no que ela compartilhou.

  • Informações sobre o vídeo do Reels: os sinais incluem o conteúdo do vídeo, como a faixa de áudio, bem como a qualidade do vídeo em relação à resolução e à exibição em tela cheia, assim como a popularidade.

  • Informações sobre a pessoa que publicou: São analisadas a popularidade para identificar conteúdos interessantes criados por uma grande variedade de pessoas, a fim de que elas tenham uma chance de encontrar o público ideal para o próprio conteúdo.


Essas informações podem ajudar você e sua empresa a encontrarem o publico certo e fazer com que suas mensagens, publicações e produtos cheguem ate elas.


Esperamos ter ajudado você a entender melhor essas questões, mas caso precise de uma ajuda profissional é so falar com a gente!

contato@ilovesite.com.br


Lenita Vieira

Agência Ilovesite


Fonte: https://about.instagram.com/blog

.